sábado, 31 de outubro de 2009

Ig Nobel

Buenas!!!

Deixando de lado o tempo que já não passo por aqui, agradecendo o Ezequiel por não deixar as baratas tomarem conta da casa e ao meu médico pelos dias de atestado... venho falar de coisas sérias hoje.

Não vou discutir o fato do Obama ter ganho o Nobel da paz... Mas chegarei perto. Estava lendo uma revista e no final dela fui lembrado de um prêmio tão importante quanto, o Prêmio IgNobel, dado as criaturas mais sem serventia da Terra! Tudo bem, exagerei. O prêmio é dado as pesquisas e trabalhos mais criativos no quesito excentricidade e falta de utilidade, em todo o globo.

Eles fooram criados pela revista de humor científico Annals of Improbable Research (Anais da Pesquisa Improvável), e os prêmios são entregues em Harvard.

A ideia é premiar pesquisas raras, honrar a imaginação, e atrair o interesse público para a ciência, a medicina e a tecnologia.

Foram entregues pela primeira vez em Harvard em 1991, sendo a cerimônia abrilhantada pela presença de verdadeiros laureados com o prêmio Nobel, que entregam o respectivo Prêmio IgNobel ao vencedor, numa cerimônia que (pelo que diz a Wikipédia) inclui uma mini-ópera, a meias entre cantores de ópera profissionais e laureados com prêmios Nobel.




Algumas mentes brilhantes deste ano... retiradas da pesquisa na Universia...

Física - John Mainstone e Thomas Parnell (já falecido), da University of Queensland, Austrália, pela paciência em desenvolver uma pesquisa desde 1927. O experimento consistiu em passar uma certa quantidade de alcatrão negro por um funil a cada nove anos.

Não sei como vivi até hoje sem saber deste experimento...

Medicina - Gregg Miller, dos Estados Unidos, pela invenção de Neutículos, testículos de borracha para cães obviamente sem testículos. O produto está disponível em três tamanhos e três graus de consistência.

O Totó agradece...

Paz - Claire Rind e Peter Simmons da Newcastle University, do Reino Unido, por monitorar a atividade de células do cérebro de gafanhotos enquanto eles assistiam a trechos dos filmes da série "Guerra nas Estrelas".

Alguns reclamaram da pipoca ruim...

Economia - Gauri Nanda, do MIT, inventou um despertador que, depois de tocar, sai correndo e se esconde. Isto evita que a pessoa desligue o despertador ao ouvi-lo e durma novamente.

Minha ex vai  odiar este...

Química - Edward Cussler e Brian Gettelfinger, ambos da Universidade de Minnesota, nos Estados Unidos, conseguiram a resposta para a inquietante pergunta. As pessoas nadam mais depressa ou mais devagar em xarope doce em relação à água?

Quem disse que isto não era importante?

Biologia - Um grupo da Universidade de Adelaide, na Austrália, que analisou odores produzidos por 131 espécies diferentes de sapos quando estressados.

Esses sabem tudo de sapo...



Nutrição - O médico Yoshiro Nakamats de Tóquio, no Japão, fotografou e analisou todas as refeições que consumiu durante um período de 34 anos.

Putz!

Dinâmica dos Fluidos - Victor Benner Meyer-Rochow da International University Bremen, da Alemanha, e outros colegas usaram conceitos simples da Física para calcular a pressão produzida no interior dos pingüins quando estes animais defecam.

Totalmente necessária...

Assim lhes digo, até breve!!!

Carlão




quinta-feira, 29 de outubro de 2009

26 - A essência das coisas...

Hoje estava andando na rua e li, em algum lugar que não recordo no momento, uma frase que me chamou a atenção:

"É preciso mudar sem perder a essência."

Mudar sem perder a essência... Que coisa mais filosófica!!! Porém não se faz difícil a compreensão. Muitas pessoas mudam sem deixar de lado a essência. Posso mudar o cabelo, mudar de carro, de casa, mudar meu comportamento, mudar meu linguajar, mas enquanto não esquecer meus ideais, não perco o que me faz ser eu...

Que coisa chata isso...

Mas também, na mesma linha (controversa, conturbada e perturbada! (sem dizer sem fundamento!!!)) de raciocínio, me vieram à cabeça alguns outros pensamentos. O papel higiênico, por exemplo, pode mudar a cor, o aroma, o tamanho, mas vai sempre continuar sendo um pedaço de papel enroladro em um tubo...

Uma pedra muda o tamanho, a cor, mas é sempre aquela mesma velha pedra...

Onde estou querendo chegar com tudo isso? Também não sei!!! (Pois é, também não mudo...)

Mas vamos fingir que somos todos boas pessoas e trocer para não perder nossa essência.

Ou não...

Garçom, desce mais uma...


Ezequiel Twist



"É fazendo merda que se aduba a vida..."

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Como lidar com as pessoas - Aula 1

Bom, hoje iremos aprender a abordar um assunto conveniente fazendo parecer que por acaso chegamos à ele.
Aqui no sul isso se chama "Comer Pelas Beiras".


Buenas indiada!!!

Hoje estava com um certo tempo sobrando (mentira deslavada...) e resolvi não mais me privar de um dos prazeres do mundo virtual. Calama, estou falando do Youtube!!!

Comecei a assistir alguns videozinhos e encontrei dois, em especial, que me chamaram muita atenção (agora é que vem o ápice da coisa!!!).

Aproveitando isso, quero fazer um anúncio:


SENHORAS E NÃO-SENHORAS!!!

Chegou o momento que (poucos de ) vocês tanto aguardavam!!!

É com imenso prazer (ou não...) que a Já Vi Melhores - Pictures apresenta sua primeira obra-prima!!!

"The Little Mare Blues"!!!



Eu ia postar o outro vídeo, mas o áudio não rodou (alguma baboseira com direitos autorais...). Mas ele está a caminho!!!


Abraços



Ezequiel Bloodfingers


"A loucura é como a gravidade, só precisa de um empurrãozinho..."

sábado, 3 de outubro de 2009

Coragem é pouco!

Buenas!!!

O nosso jornalismo investigativo depara-se frequentemente com situações onde pessoas comuns cometem atos que desafiam a lógica.

Já vimos casos espetaculares como o dos pais que saltaram na jaula de um felino para resgatar seu filho e mais uma meia dúzia de outros...

Animais também são protagonistas de resgates emocionantes, como o vira latas que salvou uma criança de um ataque de pit bull ou o que tentou salvar outro que fora atropelado no Chile...



Existem também piadas que circulam pela internet.



Porém, deparamo-nos com uma situação, no mínimo, inusitada. Um cão, identificado como Totó, protagonizou uma cena que deverá entrar para a história. Totó demonstrou coragem, ousadia, espírito inovador e uma caçamba de qualidades.

Se vocês pensam que todas estas pessoas e animais que citamos são corajosos, vocês não conhecem o Totó !

O Totó fez algo tão assustador que nem mesmo o Zé Mayer se atreveria a tentar fazer charminho...


Se existisse um prêmio para valentia canina, com certeza eu indico o Totó.


Com vocês... o Totó!!!!!!!!!!




Até breve!