sábado, 2 de outubro de 2010

Utilidade pública!

Buenas!

Estamos sendo roubados! (Cá entre nós, que novidade!)

Minha esposa estava mostrando um detalhe sórdido em um pedaço de papel, que acabou por me tirar o sono da tarde. É uma coisa absurdamente simples, porém te garanto que você também ficará abestalhado ao saber que, assim como eu, é roubado descaradamente, todos os meses e nem se deu conta ainda.


Façamos o seguinte:

Pegue sua conta de energia elétrica e vá conferir os cálculos da safada. Alguma coisa não bate? Fique tranquilo, na minha também tem erro.

Vou colocar a minha conta como exemplo e você pegue a sua para acompanhar.

Recebi uma fatura no valor de R$ 134,75

Na descrição dos COMPONETES DA TARIFA eu tenho:

ENERGIA - R$ 39,23

DISTRIBUIÇÃO - R$ 29,67

TRANSMISSÃO - R$ 9,54

ENCARGOS - R$ 11,67

TRIBUTOS (Este aqui é PIS e COFINS) - R$ 5,24

TOTAL - R$ 95,35 (gravem este valor)

Partimos então para o cálculo do ICMS. Você sabe como se calcula o tal imposto? Não? Eu te explico: você pega o valor da MERCADORIA/SERVIÇO e MULTIPLICA pela ALÍQUOTA, que varia devido uma série de fatores. No caso da Energia Elétrica a alíquota é de 25%.

RESUMO: ICMS = VALOR (R$) X ALÍQUOTA (%)

AINDA TÁ DIFÍCIL? Vá até a página da RECEITA FEDERAL, clicando aqui.

Naquela minha conta, sendo cobrado imposto sobre imposto e eu nem me importando com isso, eu teria:

R$ 95,35 X 25% = R$ 23,84 (após arredondamento para cima)

Alguém me explica por que eu pagarei R$ 31,78? Tua conta também deu errada, não é?


Ah! Existe a cobrança de Iluminação Pública Municipal, no valor de R$ 7,62. Mas ela só é somada no final, que pena.
O que acontece é muito simples. Não se calcula 25% do valor de sua conta para ICMS, o que é feito é um calculinho bagaceiro que transforma o valor que tu deves, já adicionado PIS, COFINS e todos os outros "Impostins", em 75% do valor devido. Usando uma simples regra de três.

Explicando novamente:

Me foi cobrado o valor de R$ 134,75;

Desconte daí o valor de Iluminação Pública R$ 7,62.

Resta uma base de cálculo de exatos R$ 127,13

Desconte 25% deste valor e teremos R$ 95,35.

Ao invés de calcular:

(R$ 95,35 X 0,25) + 95,35 = R$ 119,19. Com R$ 23,84 de ICMS.

Foi realizada a seguinte operação:

R$ 95,35 X 100 / 75 = R$ 127,13. Que soma R$ 31,78 de ICMS.

Se você prefere, basta fazer:

R$ 95,35 / 0,75 = R$ 127,13.

Até aqui a matemática te deu dor de cabeça? Só nesta conta eu economizaria exatos R$ 7,94 (R$ 31,78 - R$ 23,84). Isto, lembrando vocês, que nem me dei ao luxo de reclamar a tributação sobre outros impostos já cobrados anteriormente e para não agredir ninguém dizendo que me foi roubado este valor.


Eu, você e toda a trupe, pagando imposto a mais e nem tomando conhecimento disto. Que maravilha!!!

Agora a parte boa.

Existem advogados que estão começando a correr atrás deste prejuízo aos nosos bolsos. Se você possui residencia fixa a bastente tempo, com a continha bonitinha no teu nome... vá procurar um advogado e boa sorte!!!

Agora deixe eu botar me nariz de palhaço de novo. Gastei o cartucho do ano!!!



Um "Upa!" bem forte!!!

Carlão (lesado) Bueno